Seja minha vida o padrão naquilo que eu falar e no procedimento, o exemplo à todos levar.

sábado, 23 de janeiro de 2016

ATRIBUTOS DA PESSOA HUMANA QUANDO EM CORPO FÍSICO, DA ALMA E DO ESPÍRITO.

ATRIBUTOS OU QUALIDADE DA PESSA HUMANA COMO CORPO FISICO, ALMA E ESPÍRITO

1.      CORPO FÍSICO E SEUS ATRIBUTOS:  -  VISÃO, PALADAR, OLFATO, AUDIÇÃO, OUFATOE TATO;  
2.      CORPO PSIQUICO (ALMA OU PERIESPÍRITO) E SEUS ATRIBUTOS: LIVRE ARBÍTRIO, RAZÃO, CONCIÊNCIA, SENTIMENTO E MENTE. MENTE: PENSAMENTO, RACIOCÍNIO E IDEAL (IDEOLOGIA), RACIOCÍNIO; PENSAMENTO: SILOGISMO E SUAS VARIÁVEIS EM PREMISSAS. IDEOLOGIA – IDEAIS, o desejo, a vontade da MENTE, apesar de falarmos que é a vontade do meu coração.
3.      CORPO ESPIRITUAL E SEUS ATRIBUTOS:       AMOR, FÉ, LOUVOR, ADORAÇÃO E CULTO.

CORPO FÍSICO – Alimenta a Alma com informações do que é externo.
CORPO DA ALMA  -  Na Alma, se faz o devido juízo, onde estão guardados os sonhos e desejos mais profundos, quem podem dar vida e ou morte ao ESPÍRITO e entristecer ou alegrar ao CRIADOR.

CORPO ESPIRITUAL – Se vivo, é como o Jardim do Édem, onde o Espírito do ALTÍSSIMO se aproxima para ter intimidade com o Homem a partir de sua FÉ, seu AMOR, sua ADORAÇÃO em meio a LOUVORES e REVERÊNCIA. Onde a ORAÇÃO é uma intimidade em que o SALVADOR repassar tudo para o SOBERANO.  

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

POEMA À ELKE MARAVILHA - ITABIRA - MG

Resultado de imagem para elke maravilha

1988  -  ITABIRA - MG...  Já era noite, após ter saído da FIDE e aguardava o ônibus escolar de retorno para Ferros-MG.
Muito frio!
Quem estava num bar pouco acima do Centro cultural?
A famosa Elke Maravilha. Para a surpresa, fui informado que era Itabirana. Não era!
Sempre de sorriso alado, atenciosa e simpática, deixou seu autógrafo no livro de contabilidade e ainda com a marca de seus lábios.
Dai, surgiu um poema. Vejamos:

MUNDO PEQUENO

Rosa, Rosa, Rosa toda pomposa.
Conheci aqui sua maravilha
Em plena Itabira, 
Na saída Letiva, 
De Minas de hoje em dia. 

Três beijinhos eu lhe dei
Três seus roubei, 
Ao passar por aquele bar 
Onde ao vê-la entrei 
E um autógrafo pequei,
O carinho de sus lábios registrei
E, em festa voltei
Para Ferros onde me gabei
Por causa da estrela que toquei,
Você, Elke Maravilha. 

Por Cléverson Lobo Buim (Boim)


Quem é a pessoa de Elke?

Antes, gostaria de dizer para Elke, que deste a criação de nosso Mundo, existe um dia especial feito pelo Criador, o ALTÍSSIMO, que é o dia de SÁBADO a ser guardado. Que você possa abraçar esse dia em Adoração ao Criador e conhecer o melhor lugar do Mundo, que é aos pés do SALVADOR.
O ALTÍSSIMO mora nos louvores... Algumas indicações abaixo, para o seu dia de sábado. Seja feliz!

https://youtu.be/GsJR4rRldgo
https://www.youtube.com/watch?v=61wWcok2LuI
https://www.youtube.com/watch?v=ZGOM6UeyvqQ
https://www.youtube.com/watch?v=oH2iazxToeE
https://www.youtube.com/watch?v=ho6tBiIrfuk


Professora, tradutora e intérprete de línguas estrangeiras, incluindo Latim. Foi a mais jovem professora de francês da Aliança Francesa e de inglês na União Cultural Brasil - Estados Unidos.


NOME:    

Elke Giorgievna Grunnupp         (Элке Георгевна Груннупп)

Nascimento22 de fevereiro de1945 (70 anos)
São PetersburgoRússia
NacionalidadeAlemanha alemã
Rússia russa (despatriada)
Brasil brasileira (cassada)
Ocupaçãoatriz


Filha de um russo e de uma alemã, Elke nasceu na antiga Leningrado, hoje São Petersburgo. Segundo suas informações, seus pais teriam sido perseguidos por Josef Stalin e quando Elke tinha seis anos de idade, eles resolveram imigrar para o Brasil, um país visto como promissor e bom acolhedor de estrangeiros, onde havia muitas colônias de imigrantes. O casal junto com seus três filhos, instalaram-se em Itabira, no interior de Minas Gerais, em um sítio, onde Elke e seus dois irmãos, passaram toda a sua infância, convivendo com todo tipo de animais rurais, realmente vivendo como uma camponesa. O casal não quis se mudar para uma colônia pois queria viver realmente como brasileiros e aprender os hábitos do país, tanto que Elke se surpreendeu ao conhecer pessoas de diversas etnias e orientações sexuais, um misto de pessoas que não havia em seu país, na época. Quando Elke se tornou adolescente, a família se mudou para um sítio em Jaguaraçu, outra cidade do interior mineiro, onde Elke continuou a conviver na vida rural, com trabalhos do campo. Lá nasceram seus dois outros irmãos. Muito inteligente, na adolescência já falava, segundo ela mesma afirma, nove idiomas: russo, o português, o alemão, o italiano, o espanhol, o francês, o inglês, o gregolatim. Alguns desses idiomas foram aprendidos em casa, por causa de sua raízes germânicas, e outros aprendeu em cursos, que seus pais pagaram com dificuldade. Querendo sua independência, já possuindo um bom currículo por conta dos idiomas que falava, saiu de casa aos 20 anos para morar sozinha no Rio de Janeiro, onde pagava seu aluguel trabalhando como secretária bilíngue em escritório. Por sempre gostar de estudar, Elke fez faculdade de letras, e se formou em professora, tradutora e intérprete de línguas estrangeiras. Para pagar seu aluguel e sua faculdade, Elke trabalhou como bancária, secretária trilíngue e bibliotecária. Foi também a mais jovem professora de francês da Aliança Francesa e de inglês na União Cultural Brasil – Estados Unidos.[2]
Elke foi presa no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, em fins de 1971, depois de rasgar, aos gritos de "covardes, como ousam, vocês já o assassinaram!", cartazes com a fotografia de Stuart Angel Jones, filho de sua amiga Zuzu Angel, já então morto depois de torturas na Base Aérea do Galeão.[3] Só foi solta depois de seis dias após a intervenção de amigos da classe artística. Anos depois, requisitou a cidadania alemã, a única que possui atualmente.

Chamando atenção por ser bastante alta e loira natural, não pensava em seguir carreira artística, já que dava aulas de língua estrangeira há alguns anos, e gostava do que fazia. Apesar disto, foi convencida por muitas pessoas, pois era considerada de uma beleza exótica para os padrões do Brasil. Aceitou os convites que vieram e começou a sua carreira de modelo e manequim aos 24 anos de idade, com Guilherme Guimarães, tendo trabalhado para grandes estilistas, considerada como inovadora nas passarelas. Muito famosa no mundo da moda, parou de dar aulas e conquistou muito sucesso. Fez cursos de cinema e teatro, e chegou a trabalhar na televisão: Seu desempenho como a dona de um bordel na minissérie Memórias de um Gigolô foi tão arrebatador que foi convidada a ser madrinha da Associação das Prostitutas do Rio de Janeiro.[5]
Nos desfiles conheceu a estilista Zuzu Angel e ficaram amigas. No filme Zuzu Angel que estreou em 2006, Elke foi interpretada por Luana Piovani.[6] Ela ainda aparece em participação especial cantando num cabaré a música alemã 'Lili Marlene', da cantora e atriz Marlene Dietrich. O filme aborda a amizade de Elke com Zuzu, e conta o episódio de sua rápida prisão por desacato durante o regime militar brasileiro, fato que fez Elke perder sua nacionalidade brasileira. Elke Maravilha tornou-se popular na TV brasileira nos anos 70 e 80, aparecendo como jurada de programas de calouros cantores do Chacrinha e de Silvio Santos. Nesses programas sempre usava perucas e roupas 





Sua vida pessoal sempre fora muito conturbada. Morou em diversos países e teve oito casamentos, com homens de diversas nacionalidades. Fez três abortos, fruto de seus três primeiros casamentos, pois jamais quis ser mãe, e sempre achou que com seu jeito rebelde de ser, jamais poderia educar uma criança de forma digna. Conta em entrevistas que tomava pílula anticoncepcional, mas fora enganada por alguns desses maridos, que queriam ser pais, e em vez de tomar a pílula certa, Elke tomava a pílula de farinha. Após descobrir isto, começou a usar DIU. Elke também conta que fora usuária de todos os tipos de drogas ilícitas, além de todos os tipos de bebida alcoólica, e que hoje em dia não usa mais drogas, somente fuma cigarro e bebe somente destilados, mas com moderação. Diz que não tem preferência por nenhum tipo de homem, e sim tem pressa de namorar. Hoje em dia mora com seu irmão e com seu oitavo ex-marido, tendo eles se tornado amigos. Conta que não quer mais se casar e só namora de vez em quando.


Televisão[editar | editar código-fonte]



Cinema[editar | editar código-fonte]


Imagem relacionada

Teatro[editar | editar código-fonte]

  • Elke – do Sagrado ao Profano
  • Viva o Cordão Encarnado
  • O Castelo das Sete Torres
  • Rio de Cabo a Rabo
  • Eu Gosto de Mamãe
  • Carlota Joaquina
  • A Rainha Morta
  • O Homem e o Cavalo
  • Orfeu da Conceição
  • O Lobo da Madrugada
  • Carlota Joaquina


FONTE:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Elke_Maravilha 

quinta-feira, 14 de janeiro de 2016

EXEMPLO DE ANAMINÉSIA HOMEOPÁTICA

ESTUDO DE CASO: ANAMNESE HOMEOPÁTICA NO ADULTO

INSTITUTO ROBERTO COSTA

- ESTUDO DE CASO:: ANAMNESE NO ADULTO:: 

V.L.B., 27 anos, solteira, branca, assistente social, natural do RJ.
QP: varizes nos membros inferiores, nervosismo.
HPP: viroses comuns da infância, amigdalectomia, aborto provocado.
HFa: nada digno de interesse.l
12.04.99: Ando muito nervosa, irritada, indiferença muito grande e que já está me prejudicando. Não sinto nada por namorados, parentes, tinha aversão a meus pais. Quando me conscientizei disso saí de casa, há 8 anos. Fiz um aborto há 2 anos, a sensação que tive foi de alegria e alívio. Sou solteira e não pretendo casar nunca. Já desmanchei três noivados porque não suportava os namorados. Não tolero meus pais, a diferença de idade entre nós é de 45 anos. Não há diálogo. Também ando muito desatenta, me desligando com facilidade. Apesar de estar me dando bem no trabalho, tenho horror a ter que manter contato com as pessoas o dia inteiro. Eu prefiro ficar só, não suporto ter companhia me chateando. A memória também está fraca, para nomes, datas e isso também prejudica meu trabalho. Sou muito irritadiça, nervosa, guardo ódio das pessoas que já me prejudicaram. Tenho muito medo da morte e das pessoas, acho que elas podem me prejudicar, isso é mais um motivo para preferir ficar só. Praticamente não tenho amigos, também não procuro ter. Busquei o Budismo como alternativa, o Deus de vocês para mim não significa nada. Já a Filosofia Chinesa, o rito me fascina. No momento estou afastada. Gostaria de conhecer a China. Não sou uma pessoa sensível, sou fria. No entanto sinto muito os ruídos, qualquer barulho ou ruído me irrita. Gosto de ambientes silenciosos. Sou reservada, não gosto de falar de mim, não me abro com as pessoas, não
gosto de ter gente se dizendo meu amigo.
Apetite: normal. Sede: normal. Sono: vou para a cama sonolenta, mas não adormeço logo, porque fico pensando na vida. Choro no sono desde a infância. Sonhos: sempre com parentes mortos, já sonhei quatro vezes que estava morta. Menstruação: menarca aos 14 anos, regular, dura 3 dias. Fico muito alegre antes da menstruação, achando tudo mais bonito. Horário: fico sempre nervosa à noite.

Exercício de Fixação de Conceitos Básicos na indicação medicamentosa de LACHESIS
1. Que características você considera importantes para descrever esta pessoa, em todos os seus aspectos?
• Varizes >>>Lachesis
• Nervosismo, irritação >>> Lachesis = hipersensibilidade excessiva, fica acordada à noite, irritabilidade;
• Chora dormindo >>> Lachesis = delira à noite; dorme durante o agravamento, perturbações que aparecem durante o sono (Calcarea carbônica - BOERICKE);
• Desatenção >>> Lachesis
• Aborto = alívio >>> Mercurius solubilis (BOERICKE) cansada da vida, piora à noite;
• Misantropia = horror a manter contato com pessoas; sem amigos >>> Lachesis = desconfiada; Lycopodium clavatum = tem horror às pessoas (Sépia – Apostila);
• Memória >>> Lycopodium clavatum (Anacardium – Apostila);
• Guarda ódio das pessoas que a prejudicaram >>> Lachesis;
• Medo da morte, Sonha com parentes que morreram e já sonhou com sua própria morte >>> Lachesis = sonho de morte (Arsenicum album);
• Gosta de viajar >>> Mercurius solubilis = estudo de caso do paciente J.L.A. -guerrilheiro com o avô jornalista – aula 24 da apostila
• Personalidade fria >>> Lachesis;
• Ruídos a incomodam; prefere o silêncio >>> Lachesis = hipersensibilidade extrema; Lycopodium (BOERICKE) = pequenas coisas a aborrecem;
• TPM às avessas = alegria antes da menstruação >>> Lachesis (melhora durante a menstruação);
• 3 dias de menstruação >>> Lachesis = regras muito curtas
• Nervosismo à noite >>> Lycopodium ; Arsenicum álbum.

2. Classifique-as em mentais, gerais e particulares, conquanto se refiram a aspectos da mente (afeto, vontade, intelecto, memória), a condições gerais do organismo e a determinadas partes do mesmo.
• MENTAIS - Medo da morte, misantropia, nervosismo, indiferença muito grande, irritabilidade, personalidade fria, guarda ódio.
• GERAIS – Varizes, memória, desatenção, alegre antes da menstruação e nervosa à noite.
• PARTICULARES – chora dormindo, irrita-se com ruído.

3. Selecione, entre as características que você anotou, algumas poucas que sejam bastante específicas, capazes de distinguir essa pessoa de outras.
• Medo da morte
• Misantropia
• Aborto = alívio
• Melhora com a menstruação
• Nervosismo à noite.

Segunda nossas investigações, esta paciente seria LACHESIS, porém ao avaliá-la pelo QUESTIONÁRIO CONSTITUCIONAL DE ADULTOS DO INSTITUTO ROBERTO COSTA (grupo de perguntas 57 a 64), não chegaríamos a indicação de LACHESIS, pois:
• 57 – sou muito falador e muda de um assunto para outro = não sabemos;
• 58 – é ciumenta ou invejosa = não sabemos;
• 59 – desconfia dos motivos de outras pessoas = não sabemos – porém esta paciente afirma que “guardo ódio das pessoas que me prejudicaram” e “tem medo que essas pessoas possam voltar a me prejudicar”;
• 60 – pessoas me acham forte = não sabemos;
• 61 – não suporto o calor = não sabemos;
• 62 – eu me sinto mal ao acordar –tanto após curto ou longo sono = não sabemos;
• 63 - coro facilmente = não sabemos;
• 64 – odeio roupas apertadas no pescoço ou no peito = não sabemos.

MARCADORES / PALAVRAS-CHAVE: ANAMNESE HOMEOPÁTICA NO ADULTO, HOMEOPATIA EM GOTAS, HOMEOPATIA.

REFERÊNCIAS: 
BOERICHE, William. Manual de Materia Medica Homeopatica.
BRUNINI, Carlos e SAMPAIO, Carlos. Materia Medica Homeopatica Homeopatica - IBEHE - volume II. São Paulo: Instituto Brasileiro de Estudos Homeopaticos e Mythos Engenharia de Mercado Ltda. - 2a. edição revisada e ampliada, 1992. 
HOMEOPATIA EM GOTAS: http://homeopatia-em-gotas-ohana-rianelli.blogspot.com/
LYRIO, Carlos. Apostila de Capacitação em Homeopatia, Petropolis: Instituto Roberto Costa, 2008.

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Agradecemos seu tempo e atenção dispensada,

Profa. Rianelli.


MEDORRINUM HOMEOPATIA

Revisao de Materia Medica - MEDORRHINUM

A personalidade Medorrhinum relaciona-se à história original que se passa com o Perfil deste Medicamento Homeopatico. 

Na história Medorrhinum, ele se refere provavelmente algum tipo de Príncipe esperando o Rei morrer... Ele deve assumir a posição do Rei após sua morte, e ele não tem certeza de como ele realmente se sente sobre isso:
-por um lado, ele adora estar no comando, mas por outro lado, ele odeia ter que ser previsível, responsável e fazer o que se espera de um Rei ou Monarca. 

Ele não é nem mesmo certeza se ele pode gerenciar a tarefa, mas ele não vai contar a ninguém porque não quero mais ninguém para assumir a posição de vez. (Escondendo seus sentimentos é típico para o miasma Sicóticos).

Medorrhinum não se sente bem à espera de o Rei morrer. Ele sofre de ansiedade de antecipação, e ele torna-se tão agitado que ele está andando pelo quarto. A espera parece durar para sempre; parece que o tempo está parado e Medorrhinum não aguenta! 

É o 'Não saber' que incomoda mais, bem como a preocupação sobre como assumir a posição do rei que vai cortar a sua independência.

Medorrhinum ama a sua independência mais do que qualquer coisa! 

Ele é como um adolescente que só quer se divertir e que não quer qualquer responsabilidade grave colocadas sobre seus ombros, mesmo que ele é perfeitamente capaz de estar no comando, se ele tem que... 

Ele sabe que em algum momento ele terá que ser mais responsável, mas ele simplesmente não se sente pronto, e é por isso que ele está se sentindo tão conturbado e confuso sobre a questão.

Ele adora viajar e explorar, é por isso que podemos chamarMedorrhinum "o explorador eterno", pois ele nunca parece se cansar de fazê-lo. 

E, viajando e explorando também é uma grande fuga de direitos e responsabilidades mundanas.

O que subjaz a angústia Medorrhinum é uma falta de confiança em suas próprias capacidades. Portanto, Medorrhinum muitas vezes prefere-se os outros têm a seu cargo, pelo menos enquanto eles estão fazendo um ótimo trabalho. Se eles não estão fazendo um ótimo trabalho, Medorrhinum pode, de repente, colocar-se no comando, de vez e começar a controlar toda a situação com exito!



Estados crônicos em relação com uma blenorragia antiga adquirida ou
hereditária, manifestando-se por perturbações nervosas psíquicas ou sensoriais, ou alterações profundas, orgânicas, medulares, genitais ou cutâneas.

AGRAVAÇÃO: durante o dia e principalmente de manhã; pelo calor; na
montanha; ao pensar na doença.

MELHORA: à noite; à beira-mar; estando deitado sobre o ventre; no
tempo úmido.


LATERALIDADE: Esquerda.



Nervosismo excessivo com esgotamento profundo, < de manhã ao
despertar. Prostração, verdadeiro estado de colapso, desejo de ser abanado continuamente (Carbo v.) com pele fria e, entretanto, desejo de se cobrir (Camph. Séc.).



O TEMPO PASSA MUITO LENTAMENTE em sua opinião. 

Procura fazer as coisas o mais depressa possível. SEMPRE AGITADO, PRECIPITADO E OCUPADO*, de tal modo apressado que perde a respiração.

Muito nervoso, estremece ao menor ruído; não pode falar sem chorar.
Bruscamente irritado, excitado por ninharias. Teimoso e triste durante o dia, menos moroso à tarde, e alegre à noite ( o contrário: Syph.).


Fraqueza de memória, não pode lembrar de nomes próprios, esquece às vezes o seu, não encontra mais as palavras usuais e principalmente as letras iniciais das palavras. Perde constantemente o fio da
conversa, esquece as letras ao escrever (Lyc.).



Alucinações; pensa que alguém se acha atrás de si, e lhe cutuca as
costas; à noita, crê ver vultos que o encaram (Phosp.), crê tornar-se louco (Actea rac.). Parece viver um pesadelo, e que sua própria
existência é irreal (Alum.), tem pressentimentos.
Todas suas impressões e seus sofrimentos são < QUANDO PENSA NELES (Hel.).
Nevralgias agudas, erráticas, aparecendo e desaparecendo bruscamente




Medorrhinum

Pele fria e úmida, amarelada. Manchas amarelas nas mãos (Com.).
Pruridos < ao pensar neles.
Eczema exalante e com crostas (Grap.). 
Verrugas pequenas, pendunculadas e pontudas.



CLÍNICA: Convém especialmente aos estados “sicóticos” (1) e aos
estados cancerígenos (2).
Asma. Hipertrofia da próstata. Impotência. Insuficiência hepática.
Enxaquecas. Reumatismos. Esterilidade. Urticária.

RELAÇÕES: Argentum nit. Alumina. Cannabis ind. ( o tempo passa muito
lentamente). Calcarea phos. Helonias, Ácido oxálico (< ao pensar nele). Bromium (asma > à beira-mar). Cactus (dores constritivas).

Complementares: Psorinum, Thuya.

DOSES: 7ª.CH, 9ª. CH.

(1) A sicose corresponde ao conjunto de perturbações gerais ou locais
que são a manifestação de uma blenorragia antiga, adquirida ou hereditária.
(2) Toda blenorragia torna o doente predisposto ao câncer.

REFERÊNCIAS: 
BOERICHE, William. Manual de Materia Medica Homeopatica. São Paulo: Produção Editorial, 1997.
BRUNINI, Carlos e SAMPAIO, Carlos. Materia Medica Homeopatica Homeopatica - IBEHE - volume II. São Paulo: Instituto Brasileiro de Estudos Homeopaticos e Mythos Engenharia de Mercado Ltda. - 2a. edição revisada e ampliada, 1992. 
LYRIO, Carlos. Apostila de Capacitação em Homeopatia, Petropolis: Instituto Roberto Costa, 2008.
FULLER, Matti H.. disponivel em: http://www.homeorizon.com/homeopathic-articles/materia-medica/medorrhinum-personality

ZIKA VIRUS E A HOMEOPATIA

Zika Virus : Estudo de Caso

:. CONTEUDO EXCLUSIVO PARA ESTUDO :. 

Zika Virus (ZIKV) foi isolado, pela primeira vez, em 1947, a partir de um macaco Rhesus utilizado para pesquisas na Floresta de Zika, em Uganda, no continente africano. 

O vírus Zika encontrou o mosquito que, entre outros do mesmo gênero (Aedes albopictus, africanus, apicoargenteus, furcifer, luteocephalus, etc.), serve de vetor para sua transmissão: o Aedes aegypti, também transmissor da dengue, da febre chicungunha e da febre amarela. Macacos e seres humanos costumam ser os hospedeiros. 

Durante o tratamento é essencial que o indivíduo repouse e beba muito líquido, se hidrantando bastante incluindo o soro caseiro, sendo este um ótimo remédio natural para dengue. 
De certa forma, os sintomas são semelhantes nessas doenças, porém menos graves na febre Zika: febre por volta dos 38 graus, dor de cabeça, no corpo e nas articulações, diarreia, náuseas, mal-estar. A erupção cutânea (exantema) acompanhada de coceira intensa pode tomar o rosto, o tronco e os membros e atingir a palma das mãos e a planta dos pés. Fotofobia e conjuntivite são outros sinais da infecção pelo Zika virus. 


O período de incubação varia entre 3 e 12 dias após o contágio. A enfermidade é autolimitada. Em alguns dias, o organismo se encarrega de combater o vírus, que desaparece sem deixar sequelas. 
Remédios que não devem ser usados contra Dengue
Alguns exemplos de remédios que estão contraindicados em caso de dengue, pelo risco de agravamento da doença, são:
AAS Anacin Aspirina Impact Cafiaspirina
AAS Protect Anacold Aspirina Prevent Cafiaspirina
Acecílico Analgermon Aspissen Calmador
Acectil Analgesin Assedatil Cardio AAS Entérico
Aceticil Antifebrin Assetil Cardioaas
Acetildor Antitermin Bayaspirina Cheracap S
Acetilessin Asetisin Benegrip Cibalena A
Acidalic AS-Med Bufferin Cimaas
Ácido acetilsalicílico Aspirina Bufferin Cardio Cordiox
Anacetil Aspirina C Efervescente Caas Coristina D
Dausmed Doloxene A Doribel Doril
Dormec Drenogrip Ecasil-81 Engov
Enjoy Excedrin-E Florialgin Florialgin
Griperal Melhoral C Melhoral Infantil Mialgin
Migrane Orosprevent Prevencor Prevencor Pril
Resfriol S Resprax Salicetil Salipirin
Salisvit C Salitil Sifaas Sinutab
Somalgin Somalgin Cardio Sonrisal Superhist
Thrombo ASS Tri – Bufered Aspirin Vasclin Vita Grip 

Estes remédios contraindicados em caso de dengue ou suspeita de dengue porque contêm ácido acetilsalicílico, uma substância que é capaz de agravar o surgimento de sangramentos e hemorragias.




O mosquito Aedes aegypt mede menos de um centímetro, tem aparência inofensiva, cor café ou preta e listras brancas no corpo e nas pernas.
Costuma picar nas primeiras horas da manhã e nas últimas da tarde, evitando o sol forte. No entanto, mesmo nas horas quentes ele pode atacar à sombra, dentro ou fora de casa. Há suspeitas de que alguns ataquem durante a noite. O indivíduo não percebe a picada, pois não dói e nem coça no momento. Por ser um mosquito que voa baixo - até dois metros - é comum ele picar nos joelhos, panturrilhas e pés.


FORMULA HOMEOPÁTICA INDICADA:
RHUS TOX 5CH
EUPATORIUM PERFOLIATUM 5CH
CHINA OFFICINALIS 5CH
LEDUM PALUSTRE 5CH
GELSEMIUM 5CH ãã: 60 ml.

Tomar 05 gotas 3 vezes> 8h - 14h - 20h distante da alimentação e de escovar os dentes.
Tomar por pelo menos 20 dias.




FONTE: 
DR. DRAUSIO VARELLA : http://drauziovarella.com.br/destaque1/zika-o-virus-da-doenca-misteriosa/
EDUCAÇÃO: http://www.portaleducacao.com.br/farmacia/artigos/4753/dengue-homeopatia-na-prevencao-e-tratamento 
SAUDE E MEDICINA : http://www.saudemedicina.com/zika-virus/
TUA SAÚDE http://www.tuasaude.com/remedios-para-dengue/

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Agradecemos seu tempo e atenção dispensada,

Profa. Rianelli.