Seja minha vida o padrão naquilo que eu falar e no procedimento, o exemplo à todos levar.

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

CONVITE PARA 6º ENCONTRO DE FEDERAÇÕES DE POLICIAIS CIVIS


Aos Srs. Presidentes da Federação  Sul - ANDRE LUIZ GUTIERREZ
e Federação Sudeste APARECIDO LIMA CARVALHO,

o SINPOL TO e a FEIPOL CO/NO, Convidam a estarem presentes no  6º Encontro das Entidades Representativas da Polícia Civil, a ser realizado no TO,   inclusive para informar aos participantes o andamento da regularização das federações,  bem como, nos ajudar  na conscientização  aos colegas do nordeste, da importância da formação da Federação do Nordeste,  para restabelecimento de nosso entidade maior, a COBRAPOL.

Gutierrez acho que será importante, você fazer a explanação sobre as sugestões que foram apresentadas pela FEIPOL SUL ao PL 1949, que disponibilizamos no email.

encaminhamos o convite e os anexos, solicitando que seja confirmado o recebimento pelos sindicatos que fazem parte das federações  respectivas, caso negativo, por favor repassar. 

Nadir - SINPOL-TO

CONVITE PARA  6º  ENCONTRO

O SINPOL-TO e a FEIPOL CO/NO,  convidam Vossa  Excelência a participar do 6º ENCONTRO NACIONAL DE REPRESENTANTES DA POLÍCIA CIVIL, que acontecerá em
Palmas/TO, nos dias 24, abertura do evento às 17 horas e prosseguimento nos dias  25 e 26 de outubro de 2012. havendo interesse, podemos utillizar o sábado como dia para descanso.

O evento será realizado no auditório do Hotel Rio do Sono, onde também ficarão hospedados os participantes. A programação terá palestras e discussões, e  sua formalização em PROGRAMAÇÃO QUE SEGUIRÁ POSTERIORMENTE.

DIANTE DA MANIFESTAÇÃO DE ALGUNS SINDICATOS, BEM COMO,  A DEMONSTRAÇÃO POR OUTROS,   DE DESCONHECIMENTO DO TEXTO QUE FOI ACORDADO PELA COBRAPOL,  FENAPPI, ADEPOL, FEIPOL  CO/NO, EM REUNIÃO NA SENASP, ESTAMOS ENCAMINHANDO ANEXO,  O TEXTO DA LEI GERAL E AS SUGESTÕES DE MUDANÇAS FEITA PELA FEIPOL SUL  PARA CONHECIMENTO E DISCUSSÃO ANTECIPADA, PARA  APROVAÇÃO NO EVENTO, INCLUSIVE DE  SUGESTÃO, PARA APRESENTAÇÃO  DE DISPOSITIVO LEGAL PARA
IMPLANTAÇÃO DA CARREIRA ÚNICA NO TEXTO DO PL 1949. 

O evento contará com  assessoria jurídica do SINPOL-TO para análise (das sugestões). Caso tenha outras sugestões, solicitamos encaminhar o quanto antes, para análise e discussão no encontro. temos que chegar a um consenso, com conhecimento do que defendemos ou com argumentos plausíveis para discordar.

As reservas no Hotel, serão feitas através do celular 63 9978 5878 ou do fixo  63 3217 1151 (Diretora de Administração do SINPOL Marcilene Lucena)
PREÇOS HOTEL:   DUPLO – R$ 250,00     TRIPLO- R$ 300,00     CASAL – R$ 250,00

Anexo tabela de horários de voos para Palmas  e as propostas do PL.

Confirmar até dia 10.10.2012  a  participação.

CONTATOS:
NADIR – 63 9978 5879
MARCILENE – 63 9978 5878
UBIRATAN – 63 9978 5880
FIXO SINPOL – 63 3217 1151

terça-feira, 25 de setembro de 2012

MINEIRO É MINEIRO, UAI!


Mineiro não mente; mineiro é criativo!!! 

Um mineiro, lá de Curvelo, tinha 12 filhos, precisava sair da casa onde morava e alugar outra, mas não conseguia por causa do monte de crianças.

Quando ele dizia que tinha 12 filhos, ninguém queria alugar porque sabiam que a criançada iriam destruir a casa e ele não podia dizer que não tinha filhos, não podia mentir, afinal, os mineiros não podem mentir. 



Ele estava ficando desesperado, o prazo para se mudar estava se esgotando. 
Daí teve uma ideia: mandou a mulher ir passear no cemitério com 11 dos filhos. 

Pegou o filho que sobrou e foi ver casas junto com o agente da imobiliária. Gostou de uma e o agente perguntou quantos filhos ele tinha. 
Ele respondeu que tinha 12. 
Daí, o agente perguntou: 
- Mas onde estão os outros? 

E ele respondeu, com um ar muito triste: 
- Estão no cemitério, junto com a mamãe deles. 



E foi assim que ele conseguiu alugar uma casa sem mentir... 

*A inteligência faz a diferença. Não é necessário mentir, basta escolher as palavras certas.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO




EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA CONCOMITANTE COM REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA DIRETORIA EXECUTIVA E CONSELHO FISCAL DO SINDETIPOL/MG



O Presidente Interino do Sindicato dos Detetives de Polícia do Estado de Minas Gerais - SINDETIPOL/MG, CNPJ: 05.810.541/0001-07, Registro no MTE: 46000.017946/2004-48, no uso das atribuições que lhe confere o Estatuto Social, CONVOCA todos os Associados em dia com suas obrigações estatutárias, bem como todos os Membros da Diretoria Executiva e do Conselho Fiscal para Assembleia Geral Extraordinária Concomitante com Reunião Extraordinária da Diretoria e Conselho Fiscal que será realizada no próximo dia 05 de Outubro do corrente ano às 19h00min em primeira chamada com a maioria dos Membros convocados, ou às 19h30min em segunda chamada com qualquer numero de presentes na sua sede sito a Av. Afonso Pena, 748, sala 413 - Centro – Belo Horizonte/MG, para tratar dos seguintes assuntos: - I) Recomposição da Diretoria Executiva do SINDETIPOL/MG devido o falecimento do Presidente DAVID RODRIGUES DA SILVA ocorrido no dia 27/08/2012 e o fim do afastamento da licença para fins de campanha política do Vice-presidente CLÉVERSON LOBO BUÍM; - II) Resumo das ultimas atividades do SINDETIPOL/MG; -  III) Deliberação das próximas atividades.  

Belo Horizonte, 25 de Setembro de 2012


Valério Schettino Valente
Presidente Interino do SINDETIPOL/MG 

terça-feira, 18 de setembro de 2012

QUEM É O JOAQUIM BARBOSA - MINISTRO RELATOR DO "MENSALÃO"



REPASSANDO POR DIREITO E POR JUSTIÇA ...



Quando vencer na vida depende de nossa determinação. Um motivo de orgulho e um exemplo a ser seguido.



Joaquim Barbosa nasceu em Paracatu, noroeste de Minas Gerais. É o primogênito de oito filhos. Pai pedreiro e mãe dona de casa, passou a ser arrimo de família quando estes se separaram. Aos 16 anos foi sozinho para Brasília, arranjou emprego na gráfica do Correio Braziliense e terminou o segundo grau, sempre estudando em colégio público. Obteve seu bacharelado em Direito na Universidade de Brasília, onde, em seguida, obteve seu mestrado em Direito do Estado.



Foi Oficial de Chancelaria do Ministério das Relações Exteriores (1976-1979), tendo servido na Embaixada do Brasil em Helsinki, Finlândia e, após, foi advogado do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) (1979-84).



Prestou concurso público para procurador da República, e foi aprovado. Licenciou-se do cargo e foi estudar na França, por quatro anos, tendo obtido seu mestrado e doutorado ambo s em Direito Público, pela Universidade de Paris-II (Panthéon-Assas) em 1990 e 1993. Retornou ao cargo de procurador no Rio de Janeiro e professor concursado da Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ. Foi visiting scholar no Human Rights Institute da Faculdade de Direito da Universidade Columbia em Nova York (1999 a 2000) e na Universidade da Califórnia Los Angeles School of Law (2002 a 2003).



Fez estudos complementares de idiomas estrangeiros no Brasil, na Inglaterra, nos Estados Unidos, na Áustria e na Alemanha. É fluente em francês, inglês, alemão e espanhol. Toca piano e violino desde os 16 anos de idade.

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

CRISE DE PORTUGAL RETRATADA DE FORMA TEATRAL

Portugal a exemplo de Espanha, Itália, Grécia e outros países europeus, passam por momentos tortuosos e em declínio na esfera econômica. 
Portugal pelo menos a exemplo do Brasil, tem encontrado na forma popular um meio de vivenciar a crise herdada de seus governantes, ou melhor... Seus Políticos, com criatividade e talvez com algum entusiasmo, ou na tentativa de entusiasmar seus compatriotas pelas ruas desse belo pais, que vivenciam este triste momento.
Veja o vídeo feito nas terras Lusa...
video


sábado, 8 de setembro de 2012

Sinpol se reúne com representantes sindicais e parte da categoria em frente ao Palácio do Buriti e fazem manifestação na CLDF


Os representantes sindicais de base se reuniram nesta terça-feira (4), desta vez, no acampamento montado pelo Sinpol, em frente ao Palácio do Buriti, em protesto a inércia do GDF e do Governo Federal em atender aos pleitos dos policiais civis.
O presidente do Sinpol Ciro de Freitas afirmou que a greve deflagrada pela categoria está tendo uma excelente adesão, em especial nas delegacias circunscricionais, mas que é preciso cada vez mais a presença dos policiais ao movimento para fortalecê-lo. Ele explicou ainda que a greve não foi considerada ilegal, pois conforme prevê a decisão judicial, 80% do efetivo está atendendo a população do DF. Ciro de Freitas ressaltou ainda que a decisão não prevê qualquer sanção para o policial, somente multa para o sindicato, caso seja descumprida alguma das exigências judiciais.
Em relação ao acampamento montado em frente ao Palácio do Buriti, o presidente informou que chegaram vários pedidos ao Sinpol para que fosse feita alguma movimentação que desse visibilidade ao movimento: “Por isso instalamos tendas na praça Buriti  e colocamos faixas de protesto para chamar a atenção do GDF. Precisamos que o governo se movimente no sentido de buscar uma solução para a implementação dos pleitos acordados com a categoria”.
Quanto ao aumento do efetivo, Ciro de Freitas informou que o Executivo Federal enviou ao Congresso Nacional o PL 4.366/2012, nesta segunda-feira (3), mas somente com provimento gradual em 2014: “Vale ressaltar que este encaminhamento é mais uma vitória da categoria e das entidades de classe da PCDF, pois mesmo não resolvendo de imediato a questão do baixo efetivo, já temos a certeza de que em 2014, o pleito será efetivado”, destaca Ciro de Freitas
Sobre o Plano de Saúde e a reestruturação de carreira, por enquanto, não há qualquer proposta, entretanto a transformação/renomeação do cargo de Agente Penitenciário, já há minuta aprovada pela categoria, que está pronta, mas ainda encontra-se no Ministério do Planejamento.
O vice-presidente, Luciano Marinho, reafirmou que o Governador do DF precisa se envolver diretamente nas tratativas, pois só assim resolverá o impasse criado entre os policiais civis e o GDF, afinal temos um pacto assinado: “O fim da greve depende exclusivamente do GDF, que não pode delegar competência ao Governo Federal. Os movimentos dos policiais civis tem que ter a duração do tamanho do descaso com a categoria”.
MOVIMENTO CLDF – Logo depois da reunião, os diretores do Sinpol e representantes sindicais seguiram caminhando até a Câmara Legislativa, onde o deputado Wellington Luiz leu o requerimento de convocação do gestor do Fundo Constitucional, o subsecretário do Tesouro do DF. O documento foi elaborado depois da reunião realizada na CLDF com a bancada da Segurança Pública, onde o presidente do Sinpol propôs que a convocação fosse feita. “O GDF terá de explicar exatamente como estão sendo aplicados os recursos, pois não está contemplando a Segurança Pública como deveria”, afirmou Ciro de Freitas.
O deputado Wellington Luiz disse em plenário que tem orgulho dos homens e mulheres policiais que merecem ter seus pleitos atendidos: “A categoria espera que o Executivo e o Legislativo olhem para a Segurança Pública da Capital da República com mais atenção, pois são esses servidores que dão a própria vida em defesa da população”.
Logo em seguida, diversos deputados fizeram discursos em apoio aos policiais civis, como Roney Nemer, Celina Leão, Washington Mesquita, Chico Vigilante, Agaciel Maia. Além deles, Cláudio Abrantes e Dr. Michel também manifestaram apoio a toda categoria e pediram ao governador para receber as entidades de classe para que possam expor a realidade pela qual passa a Polícia Civil do DF. “A bancada da Segurança Pública na CLDF e todos os outros 19 parlamentares estão ao lado de vocês nesta luta”, finalizou Dr. Michel.
Adicionar legenda
O Sinpol reforça a convocação de toda a categoria para que compareçam a assembleia que será realizada nesta quarta-feira (5), às 15h, em frente ao Palácio do Buriti.
“Nossa vitória será sempre proporcional a nossa luta”